OCB Março
LSD

Como diferenciar um LSD falso e real? Evite males!

como diferenciar um lsd falso 01

Aprenda macetes sobre como diferenciar um LSD falso do real e acate benefícios para a saúde!

Com a popularização dos psicodélicos – indo desde os estudos até o lado de recreação – novas drogas têm ganhado força no mercado negro.  Estas, muitas vezes vendidas como verdadeiras, podem não ser. Inclusive o LSD, e muitas vezes o indivíduo não sabe como diferenciar um LSD falso do real. Isto abre brecha a riscos na saúde, podendo levar, inclusive, à morte. A princípio, tais substâncias são mais baratas e possuem menor penalidade na legislação.

k keep driving m morty   t this is not bat country by magicalhob0 d96zevf - Como diferenciar um LSD falso e real? Evite males!

Créditos imagem: psyadmin

Um exemplo clássico que tem trazido problemas aos usuários é o LSD falso. Contendo derivados de NBOMe (i.e 25C-NBOMe), DOB ou Bromo-DragonFLY, o LSD falso, mais conhecido como “doce” já fez vítimas fatais: somente em 2013, 19 pessoas morreram ao tomá-lo, e outras centenas tiveram algum tipo de reação devido à toxicidade. Eis a importância de saber como diferenciar um LSD falso e real.

Sendo praticamente idêntico ao LSD original, muitas vezes as pessoas explicam uma bad trip como sendo apenas proveniente de um “lote ruim”. O que não sabem é que acabaram de ingerir algo realmente tóxico. Os efeitos variam, mas o mais comum é a vasoconstrição. Com isso, muitas vezes é possível sentir as extremidades do corpo geladas ou alteradas – ou até mesmo azuis devido à vasoconstrição. A carga corporal pode tornar-se pesada e acompanhada a náuseas, sensações inconfortáveis ou diarreia.

Para tanto, há macetes que podem ser usados para diferenciar um doce de um LSD original, podendo ser vistos a seguir:

  • Sentindo a amargura

O LSD original não tem gosto. Se consumido em papel, o gosto pode vir apenas – e somente – do papel. Caso sinta alguma amargura, deve-se ir com um pé atrás.

  • Realizando um teste Erlich

Erlich é um kit para a realização de testes químicos. O LSD original possui um anel indol em sua composição, e é justamente este anel que o teste Erlich indica. Ele pode ser comprado por R$ 34,90 clicando aqui.

  • “Não engula, senão não bate”

É uma frase muito comum. No entanto, o LSD original faz efeito mesmo se engolir. Logo, ao ouvir algo parecido, é bom estar atento.

  • Conversar com quem já tenha tido experiências com o original

Mas quais perguntas fazer? Pergunte sobre quanto tempo durou até começarem a surtir os efeitos. O LSD original demora cerca de meia-hora.  Pergunte sobre as visões, também. As visões lisérgicas costumam se repetir – ou serem, ao menos, parecidas. As primeiras são, geralmente, objetos flutuando, movendo-se para frente e para trás. Além disso, há também os padrões geométricos. O LSD falso produz apenas alucinações leves, distorções e cores vibrantes.

  • Em caso de LSD líquido, ponha-o abaixo de uma luz negra

O LSD líquido aparenta ser azul se posto embaixo de uma luz negra (é possível conseguir por programas).

Comente também!

comentários

Clique para Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Psicodelizando é mantido pela Psicodelia Minha Doce Esquizofrenia, um portal criado para compartilhar ideias, experiências, arte e ativismo. Estamos em conformidade com a lei e não fazemos apologia a nenhum tipo de substância.

Siga-nos

CIMA