OCB C Novembro
Tabaco

Cigarro de palha x industrializado

cigarro

O antigo costume “caipira” de enrolar o fumo de corda em um cigarro de palha faz tão mal quanto o cigarro industrializado?

O cigarro de palha faz tão mal quanto o industrializado?

Como os cigarros convencionais ou os bolados, o cigarro de palha é feito com tabaco (Nicotiana tabacum Nicotiana rustica) enrolado, conhecido como fumo de corda. A diferença se dá no envoltório da erva, culturalmente o palheiro é enrolado na palha seca de milho.

Por muito tempo o palheiro se manteve restrito aos matutos da roça ou pessoas que conviveram com essa cultura. Há 60 anos atrás, quando o cigarro industrializado ainda era símbolo de virilidade e até de saúde, o consumo de cigarros de palha diminuiu inclusive na roça, até praticamente se extinguir na massa tabagista.

Anos passados, em pleno século XXI, não é difícil se deparar com jovens e adultos acendendo incessantemente seus cigarros de palha. Hoje, os palheiros são manufaturados e comercializados em maços parecidos com o cigarro convencional.

De acordo com um estudo da professora Cecília Amaro de Lolio da USP, em 2003 a prevalência de tabagistas era na zona urbana consolidada de nosso país, e na zona rural já havia o predomínio de cigarros industrializados. Em contrapartida os cigarros de palha estavam em expansão nas zonas urbana, concomitantemente ao cigarro convencional.

NOVO CIGARRO DE PALHA - Cigarro de palha x industrializado

O palheiro e a dependência

Por ser feito de tabaco os cigarros de palha oferecem os mesmos riscos para o fumante: vício bioquímico, psicológico, doenças pulmonares e aumento da pressão arterial. A grande diferenças está na fibra que o envolve, por um lado o cigarro convencional possui um papel especialmente criado para queimar rápido e uniformemente, algumas marcas chegam a adicionar compostos derivados e análogos a pólvora, o que pode expor as vias respiratórias a carcinogênese, fora inúmeros outros aditivos e conservantes. O cigarro de palha, nesta perspectiva de manufatura é mais “natural”, é usado a palha seca (sem adição de compostos), o fumo seco, e um laço ou anel de borracha pra manter tudo nos eixos.

“Nem sempre o “natural” é a melhor opção”

A gramatura da palha em relação a gramatura das sedas também expressa que, a quantidade de monóxido de carbono liberado pela combustão da palha será muito maior que a de um cigarro convencional, uma vez que a seda é desenvolvida para ser o mais fina possível para garantir que a combustão seja majoritariamente da erva enrolada e não do papel, com a palha não observamos esta proporção. Além disso, cigarros de palha culturalmente não acompanham filtros ou piteiras que retenham o alcatrão, resíduos particulados e temperatura do tabaco em combustão.

Conclusão…

Embora o cigarro industrializado não seja a melhor opção para o tabaco fumígeno (leia aqui qual cigarro menos prejudicial) em comparação com o palheiro ele vicia menos e causa menos danos a sua saúde. Portanto, cigarro industrializado causa menos danos que cigarros de palha.

Mas segue nossa dica de redução de danos: compre uma sedinha sem aditivos químicos, um tabaco natural e um filtro, e seja feliz com o seu consumo. As sedas orgânicas de maior qualidade você encontra no OCB Shop e aquele tabaco orgânico e outros blends um precinho acessível você encontra na Natural Herbs.

Comente também!

comentários

Clique para Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Psicodelizando é mantido pela Psicodelia Minha Doce Esquizofrenia, um portal criado para compartilhar ideias, experiências, arte e ativismo. Estamos em conformidade com a lei e não fazemos apologia a nenhum tipo de substância.

Siga-nos

CIMA